Sonda chinesa pousa na maior cratera da face oculta da Lua

Anderson Souza

A sonda espacial chinesa Chang’e-6 pousou com sucesso na Lua no domingo (2) de acordo com a Xinhua, agência estatal de notícias da China. O pouso, realizado na noite de sábado (1) no horário do Brasil, marca um passo crucial no ambicioso programa espacial do país e abre caminho para novas descobertas sobre nosso satélite natural.

PUBLICIDADE

Siga nosso Instagram @blogdoandersonsouza

PUBLICIDADE

Alunissagem na Bacia Aitken:

A Chang’e-6 pousou na Bacia Aitken, uma das maiores crateras do Sistema Solar, localizada na face oculta da Lua. Essa região, ainda inexplorada pela humanidade, oferece uma oportunidade única para estudar a história geológica e a composição da Lua.

Coleta de amostras lunares:

O principal objetivo da missão Chang’e-6 é coletar amostras de solo e rochas lunares para análise em laboratório na Terra. Para isso, a sonda utilizará uma broca especial para extrair material do subsolo e um braço robótico para coletar amostras na superfície. Espera-se que essas amostras forneçam informações valiosas sobre a formação da Lua, sua composição química e a presença de recursos naturais.

Leia Também: Nova fotografia de sonda mostra ‘aranhas’ na superfície de Marte

Compartilhe esta notícia
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.