Jovem que sobreviveu a cirurgia pioneira aos 7 anos morre 15 anos depois

Anderson Souza

Uma jovem mulher, que há anos inspirou muitos com a sua história de perseverança, acabou morrendo aos 22 anos.

Siga nosso Instagram @blogdoandersonsouza

PUBLICIDADE

A história de Heather McNamara ficou conhecida quando ela tinha apenas 7 anos. A menina lutava contra um tumor e a única forma de se salvar, explicava a própria em um vídeo então compartilhado nas redes sociais, era removendo e substituindo vários dos seus órgãos. 

O procedimento de 23 horas chegou mesmo a ser tema de um episódio do programa ‘The Good Doctor’.

O médico retirou seis dos principais órgãos de Heather para remover um tumor cancerígeno alojado nas profundezas do seu corpo e voltou a colocar tudo no lugar. Esta foi a primeira vez que uma criança foi sujeita a um procedimento deste gênero. A cirurgia aconteceu no NewYork-Presbyterian Hospital.

PUBLICIDADE

Em 2019, a jovem concedeu uma entrevista onde confessou que estava assustada e que estava ciente de que morrer era uma das hipóteses. “Sabia que estava tudo bem [se morresse]. Fazia sentido”, afirmou.

A mãe de Heather McNamara revelou agora que a filha morreu, no sábado, aos 22 anos, após meses lutando contra uma infecção bacteriana e uma falência de múltiplos órgãos.

O ABC Seven destaca que apesar de ter estado doente durante a maior parte da sua vida, Heather era uma lutadora. 

Leia Também: Prefeita é assassinada no México 1 dia após eleição presidencial

Compartilhe esta notícia
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.