Vendas de imóveis têm alta de 6% no 1º trimestre puxadas pelo Minha Casa, Minha Vida

Anderson Souza

As vendas do Minha Casa, Minha Vida (MCMV) no 1º trimestre de 2024 foram responsáveis por puxar uma alta geral do mercado imobiliário. A avaliação faz parte do relatório divulgado nesta segunda-feira, 27, pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).

Siga nosso Instagram @blogdoandersonsouza

PUBLICIDADE

Segundo o relatório, as vendas de imóveis dentro do programa habitacional cresceram 21,3% na comparação entre o início deste ano e os três primeiros meses do ano passado.

No mercado geral, a alta foi de 6%. “O aumento nas vendas foi impulsionado pelos resultados do programa MCMV”, considera o CBIC.

A alta recupera os indicadores apresentados no ano passado, quando as vendas pelo programa recuaram 37,1% na comparação entre 1º trimestre de 2022 e o mesmo período do ano passado. “Para a CBIC, o mercado vem respondendo desde os avanços promovidos no programa MCMV no segundo semestre de 2023.”

O volume de novas unidades lançadas também cresceu, avançando 24,7% na comparação com o 1º trimestre do ano passado. No período, foram lançadas 26.439 novas unidades. No mercado geral, o volume de novos lançamentos registrou sinal oposto, com queda de 9,6%.

Os números do relatório da CBIC englobam 220 cidades brasileiras, incluindo todas as capitais.

PUBLICIDADE
Compartilhe esta notícia
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.