Martin cai sozinho e Pecco Bagnaia ganha a corrida sprint da etapa da Itália da MotoGP

Anderson Souza

Com os braços erguidos, muitos abraços da equipe e saudação da torcida, o italiano Francesco Bagnaia celebrou a vitória na corrida sprint da etapa da Itália da MotoGP, no circuito de Mugello, neste sábado. Beneficiado pela queda de Jorge Martin, Pecco diminuiu a distância para o líder da temporada para apenas 32 pontos – 155 a 123. Pode ficar somente a 2 caso repita a dose na corrida deste domingo e o italiano volte a não pontuar.

Siga nosso Instagram @blogdoandersonsouza

PUBLICIDADE

Líder do campeonato, Jorge Martin largou na pole position da corrida rápida com 11 voltas. O grande rival, o italiano Francesco Bagnaia, estava a seu lado no grid e se aproveitou de bobeada do rival para assumir a liderança logo na largada.

Marc Márquez também não largou bem e acabou perdendo a terceira posição para Brad Binder. Enea Bastianini, antes de completar a primeira volta, em excelente manobra, superou a dupla para chegar ao terceiro posto. O italiano Fábio Quartararo sofreu a queda na segunda volta após se envolver em batida com o português Miguel Oliveira e ambos abandonaram.

Com Pecco Bagnaia tranquilo na frente, a briga pelo segundo posto era interessante, mas Bastianini exagerou na tentativa de ultrapassar Jorge Martin na curva 1 e também foi ao chão após leve toque. Ainda conseguiu levantar a moto, porém apenas para levá-la ao box.

Em bela recuperação na prova, Márquez superou Jorge Martin, mas acabou levando o troco logo a seguir em disputa acirrada na rápida e sempre empolgante pista de Mugello. Na segunda tentativa, na volta cinco, o líder nada pôde fazer e caiu para terceiro.

A situação de Martin piorou quando caiu sozinho na volta sete. O líder saiu esbravejando muito com o erro bobo cometido na curva 1 quando tentava resgatar a segunda colocação. Ele se desequilibrou e desligou para a área de escape. Pedro Acosta subiu para terceiro.

Pecco Bagnaia abriu a última volta com mais de um segundo de vantagem sobre Marc Márquez. Sem ser pressionado, celebrou o importante triunfo, com o espanhol em segundo e com Pedro Acosta em terceiro. Franco Morbidelli cruzou em quarto e Maverick Viñales foi o quinto.

Confira a classificação da corrida sprint da etapa da Itália:

1º – Francesco Bagnaia (Ducati), 19min30s251 

2º – Marc Marquez (Gresini Ducati), a 1s469

3º – Pedro Acosta (Tech3), a 4s147

4º – Franco Morbidelli (Pramac), a 5s421

5º – Maverick Viñales (Aprilia), a 7s693

PUBLICIDADE

6º – Brad Binder (KTM), a 8s271

7º – Fabio Di Giannantonio (VR46), a 8s571

8º – Alex Marquez (Gresini), a 8s846

9º – Aleix Espargaró (Aprilia), a 8s984

10º – Raul Fernandez (Trackhouse), a 10s085

11º – Marco Bezzecchi (VR46), a 10s199

12º – Jack Miller (KTM), a 13s988

13º – Alex Rins (Yamaha), a 14s137

14º – Pol Espargaro (KTM), a 18s259

15º – Johann Zarco (LCR), a 18s309

16º – Takaaki Nakagami (LCR Honda), a 19s374

17º – Augusto Fernandez (Tech3), a 23s060

18º – Lorenzo Salvadori (Aprilia), a 24s596

19º – Luca Marini (Repsol Honda), a 25s587

Abandonaram: Jorge Martin (Pramac), Joan Mir (Repsol Honda), Enea Bastianini (Ducati), Fabio Quartararo (Yamaha) e Miguel Oliveira (Trackhouse)

Leia Também: Fenerbahçe confirma negociações com José Mourinho

Compartilhe esta notícia
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.