Corinthians começa era pós-Cássio em busca de avanço na Copa do Brasil contra o América-RN

Anderson Souza

O Corinthians começa, às 20 horas desta quarta-feira, um novo momento de sua história. Na Neo Química Arena, enfrenta o América-RN pela rodada de volta da terceira fase da Copa do Brasil, naquela que será a primeira partida após a saída de Cássio, um dos maiores ídolos do clube corintiano e agora jogador do Cruzeiro.

Siga nosso Instagram @blogdoandersonsouza

PUBLICIDADE

Como venceu o primeiro jogo por 2 a 1, em Natal, o time comandado por António Oliveira joga por um empate em Itaquera para avançar direto às oitavas de final. Caso perca por um gol de diferença, a decisão será nos pênaltis. O América precisa vencer por vantagem de dois gols para se classificar.

A rodada de ida, na Arena das Dunas, foi a segunda partida seguida de Carlos Miguel como titular no lugar de Cássio, que perdeu a posição após cometer algumas falhas. Depois disso, o ídolo de 36 anos não voltou a jogar. Convicto de que seu ciclo no Corinthians acabou, despediu-se em coletiva realizada no domingo, dois dias antes de ser anunciado como reforço cruzeirense.

Durante o duelo em Natal, aliás, Carlos Miguel foi decisivo, especialmente no final do primeiro tempo, quando fez ótimas defesas no momento em que o placar marcava empate por 1 a 1. Nesta quarta, o goleiro de 25 anos volta a campo como ponto de segurança de um time que parece ter encontrado uma formação mais fixa.

O técnico António Oliveira pode mandar a campo exatamente o mesmo time que goleou o Argentinos Juniors por 4 a 0, pela Copa Sul-Americana, no dia 14. Foi a última partida do time alvinegro antes da suspensão das rodadas 7 e 8 do Campeonato Brasileiro em razão das chuvas no Rio Grande do Sul.

PUBLICIDADE

Desfalque contra a equipe argentina, o volante Paulinho está recuperado de uma tendinite patelar no joelho esquerdo e voltou a treinar com os companheiros. Por isso, deve estar no banco de reservas da Neo Química. O atacante Pedro Henrique e os laterais Diego Palacios e Matheuzinho estão trabalhando no gramado, porém ainda em transição, e devem continuar como desfalques.

Do outro lado, o América-RN chega a Itaquera depois de vencer o Potiguar por 2 a 0 na Série D do Campeonato Brasileiro, resultado muito valorizado em razão das condições adversas diante das quais o jogo foi disputado. No dia anterior ao duelo, 11 jogadores passaram mal, com sintomas como diarreia, vômito e náusea. Alguns não tiveram condições de jogar, como o atacante Gustavo Henrique, mas outros foram a campo mesmo sem estar 100% fisicamente.

“Nós estávamos com o foco total voltado para o compromisso com o Potiguar, pois era um jogo do Brasileiro, uma competição onde depositamos muitas ambições. Agora passa a ser o Corinthians, sabemos que será um jogo muito difícil, temos muitos problemas no departamento médico, mas vamos ver os que irão reunir condições de atuar em São Paulo para fechar a lista do grupo que irá viajar”, disse André Caldas, auxiliar que comandou a equipe no final de semana porque o treinador Marquinhos Santos estava suspenso.

Leia Também: Ex-lutador de UFC morre em acidente de moto aos 33 anos

 

Compartilhe esta notícia
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.