Klopp se despede do Liverpool com vitória recheada de homenagens, choro e muita emoção

Anderson Souza

E então, acabou. O alemão Jürgen Klopp não é mais técnico do Liverpool. Na tarde deste domingo, dia 19 de maio, o treinador fez sua última partida no comando do time inglês, uma vitória contra o Wolverhampton por 2 a 0 em Anfield, na cidade de Liverpool, na Inglaterra.

Siga nosso Instagram @blogdoandersonsouza

PUBLICIDADE

Em terceiro lugar na tabela, os Reds já não brigavam mais por nada no torneio e encararam a última dança de Klopp como uma celebração dos quase nove anos que o técnico passou a frente da equipe. A vitória, conquistada com gols de Mac Allister e Jarell Quansah, parecia mero detalhe diante da despedida.

Antes mesmo do rolar da bola, o clima já era de homenagens. A torcida do Liverpool ergueu um mosaico com o nome do treinador, “Jurgen”, acompanhado das letras “YNWA”, sigla que representa a tradicional canção do clube: “You’ll Never Walk Alone”, ou “Você Nunca Andará Sozinho” em português.

Além disso, uma faixa com os dizeres “Doubters. Believers. Conquers.” ou “Céticos. Crentes. Conquistadores”, em português, também foi exposta. A frase faz referência as falas ditas por Klopp logo em sua chegada em Liverpool, quando o alemão afirmou que tais qualidades eram necessárias para que a equipe inglesa voltasse a conquistar títulos importantes. Dito e feito.

“As pessoas me disseram que transformei vocês de céticos em crentes, mas isso não é verdade. Acredita é algo que você mesmo faz, e vocês fizeram isso”, afirmou Klopp ao final da partida. “Nós decidimos se estamos preocupados ou entusiasmados. Nós decidimos se vamos acreditar ou não, confiar ou não. Desde hoje, sou um de vocês e acredito em vocês.”

Ao longo de nove temporadas, o treinador conquistou oito troféus, vencendo quase tudo o que disputou pelo clube: Liga dos Campeões, Campeonato Inglês, Mundial de Clubes, Copa da Liga Inglesa, entre outras. “Os outros clubes, com mais dinheiro e com os melhores técnicos, ganham. Não tivemos o melhor técnico e nunca tivemos o melhor time, mas, por um tempo, jogamos o melhor futebol e eu amo isso.”

PUBLICIDADE

Após o apito final, Anfield se tornou o palco de despedidas sentimentais de torcedores, jogadores e comissão técnica. Vídeos de atletas do Liverpool abraçando Klopp e se despedindo do técnico, muitos chegando as lágrimas, viralizaram nas redes sociais.

O alemão, sempre brincalhão, manteve o seu bom humor característico e falou com a torcida. “Vi muita gente chorando, eu também estou, mas mudanças são boas. Se você encarar as coisas com a atitude certa, tudo ficará bem”, disse o agora ex-técnico do Liverpool. “Estou surpreso por ainda não estar em pedaços. Estou tão feliz que nem acredito. O ambiente, o jogo, fazer parte desta família, como celebramos neste estádio. Muito obrigado”.

“Houve uma antecipação tão longa até o dia de hoje e foi tudo muito intenso. Tive momentos ruins, mas, graças a Deus, hoje não é um deles. Eu sou muito grato por tudo o que aconteceu. Quando você está em uma situação, você às vezes esquece o quão boa ela é. Você se acostuma. Mas, agora, eu estou muito feliz por fazer parte da história desse clube. É maravilhoso.”

Compartilhe esta notícia
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.