Jogos na segunda-feira incomodam São Paulo, que tinha promessa da CBF

Anderson Souza

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Não fosse a paralisação do Brasileiro, o São Paulo jogaria nesta noite (20) seu terceiro jogo em quatro rodadas numa segunda-feira. O fato incomodava, mas o clube tinha uma promessa da CBF de despedida.

PUBLICIDADE

Siga nosso Instagram @blogdoandersonsouza

PUBLICIDADE

Nos bastidores, o São Paulo reclamou com a CBF por atuar três vezes quase consecutivas na segunda-feira. O time jogou contra o Palmeiras no dia 29 de abril, recebeu o Fluminense no dia 13 e tinha marcado o jogo contra o Cruzeiro para a noite desta segunda (20).

A CBF havia dito ao Tricolor que a partida contra o Cruzeiro seria, provavelmente, a última do São Paulo na segunda-feira. A tendência era que a entidade só colocasse o São Paulo para atuar neste dia em último caso.

No entanto, a paralisação do Brasileirão fez a promessa cair por terra. Ainda não se sabe como as partidas adiadas serão integradas ao já apertado calendário nacional.

POR QUE É RUIM JOGAR NA 2ª?

O Tricolor vê uma exposição menor na segunda-feira, mesmo sendo o único jogo. O clube avalia que isso é ruim para as marcas que patrocinam o clube.

A logística também fica longe da ideal. O Tricolor vê sua torcida passar o fim de semana sem jogos e precisar se deslocar ao MorumBIS em um dia de trabalho.

Os três jogos marcados para segunda-feira seriam em casa e, mesmo assim, o público vinha comparecendo. Contra o Palmeiras, o São Paulo colocou 55,6 mil pessoas no MorumBIS, enquanto 39,5 mil foram ao duelo contra o Fluminense.

Compartilhe esta notícia
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.