Haddad diz em entrevista que ajuste fiscal de Tarcísio é muito inspirado na Fazenda

Anderson Souza

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou que o plano de ajuste fiscal anunciado pelo governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, é muito inspirado na Fazenda. “Oitenta por cento do plano é redução do gasto tributário e redução do juro da dívida de São Paulo, que é o trabalho que estamos fazendo”, disse, em entrevista ao jornal Valor Econômico.

Siga nosso Instagram @blogdoandersonsouza

PUBLICIDADE

“No nosso caso, o juro não é contratual, é a Selic, mas o dele é. Ele depende do Executivo federal para conseguir. E sabe que há boa vontade do Executivo federal para isso”, afirmou Haddad, que pontuou que Tarcísio está colocando na conta da Fazenda nacional parte do plano.

O ministro afirmou ainda que o trabalho de corte de gastos é contínuo.

Questionado sobre o que está sendo feito em âmbito federal para o controle de gastos, Haddad disse que o mercado presta pouca atenção no que ocorre no Legislativo e no Judiciário, “como se o resultado fiscal fosse uma atribuição exclusiva do Poder Executivo”.

O ministro também defendeu que o arcabouço fiscal não está arranhado, quando inquirido sobre a percepção de que há receitas superestimadas e despesas que não estão sendo cuidadas.

PUBLICIDADE

“Disse no fim do ano passado que o Orçamento estava com receitas extraordinárias superestimadas e receitas ordinárias subestimadas”, emendou Haddad. “Reduzimos, no segundo relatório, de R$ 35 bilhões para R$ 10 bilhões as receitas com concessões. E você terá novidades positivas no terceiro bimestre com as transações [tributárias] que estão em curso no Carf.”

Leia Também: No RS, caixas móveis permitirão acesso a serviços financeiros 24h

Compartilhe esta notícia
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.