Reguladores e setor bancário dos EUA devem focar em riscos mais críticos, diz diretora do Fed

Anderson Souza

A turbulência bancária ocorrida no ano passado nos Estados Unidos ilustra claramente que supervisores e instituições financeiras devem se concentrar em questões essenciais – como risco de crédito, risco de taxa de juros e risco de liquidez -, em vez de se ocuparem com assuntos tangenciais. A avaliação foi feita pela diretora do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) Michelle Bowman e consta em discurso divulgado na sexta-feira, 17.

Siga nosso Instagram @blogdoandersonsouza

PUBLICIDADE

Na convenção anual da Pennsylvania Bankers Association, Bowman instou os agentes de mercado a participarem das consultas sobre propostas de regulação bancária que estão sendo discutidas nos EUA.

Ela reconheceu que reguladores podem acabar perdendo de vista os principais riscos a serem abordados, e focarem em questões que não representam uma ameaça direta ao sistema financeiro, como mudanças climáticas.

“Nossas ações recentes sugerem que esse pode ser o caso, e que tomamos medidas que poderiam desviar o foco da administração de bancos de riscos importantes e fundamentais”, comentou a dirigente.

E acrescentou: “Preocupa-me o fato de que concentrar nossos esforços de reforma regulatória em questões como mudanças climáticas só servirá para distrair ainda mais a administração e os supervisores dos bancos.”

PUBLICIDADE
Compartilhe esta notícia
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.