Paulinho cobra Corinthians por vitória imediata; Cássio diz: ‘Culpa é minha? Melhor eu sair’

Anderson Souza

Dois dos jogadores mais experientes e com maior liderança no elenco do Corinthians, o goleiro Cássio e o volante Paulinho demonstraram que estão no limite da paciência com o desempenho do Corinthians após a derrota, por 1 a 0, nesta terça-feira, em Buenos Aires, diante do Argentinos Juniors, em duelo válido pela terceira rodada da Copa Sul-Americana.

PUBLICIDADE

Siga nosso Instagram @blogdoandersonsouza

PUBLICIDADE

“É um momento difícil. Temos de abrir o olho, Tem muita coisa para acontecer. Mas tudo que acontece de errado no Corinthians a culpa é do Cássio. Sei que a responsabilidade é grande por ser um dos mais velhos no elenco, mas o Corinthians perde e a culpa é do Cássio, o time não faz gol e a culpa é do Cássio, a equipe não ganha e a culpa é do Cássio. Então é melhor eu sair e seguir meu caminho”, disse o goleiro, visivelmente nervoso.

Paulinho preferiu cobrar o grupo de um forma geral. “Nós temos de aproveitar as chances de gol que são criadas. Jogo não é treino que você tem 50 chances. Se tem uma tem de aproveitar. Já passou da hora de reagir. A responsabilidade é nossa, dos jogadores, nós que entramos em campo. Temos de reagir agora e começar a ganhar as partidas.”

Com a primeira derrota nesta edição da Copa Sul-Americana, o Corinthians permanece com quatro pontos no Grupo F, ao lado do Racing-URU. A liderança da chave é do Argentinos Juniors, com seis. Nacional-PAR ainda não pontuou.

O Corinthians só volta a jogar pela Sul-Americana no dia 7, quando enfrenta o Nacional, no Paraguai. O time alvinegro retorna suas atenções no Campeonato Brasileiro, quando joga domingo, na Neo Química Arena, diante do Fluminense pela quarta rodada. Na competição nacional o time do técnico António Oliveira soma apenas um ponto e ainda não marcou gol.

Leia Também: Arsenal goleia Chelsea, amplia saldo de gols no topo do Inglês e pressiona Liverpool e City

Compartilhe esta notícia
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.