Chefe da Fórmula 1 rebate pilotos e diz que 24 é a quantidade ideal de GPs para a temporada

Anderson Souza

O CEO da Fórmula 1, Stefano Domenicali, rebateu as críticas de Max Verstappen e Fernando Alonso sobre o número de corridas que integram a temporada de Fórmula 1. Na opinião dos pilotos, 24 provas tornam o calendário sufocante, principalmente no que diz respeito às viagens e ao desgaste. O dirigente não gostou do que ouviu e afirmou que a quantidade atual é a ideal.

Siga nosso Instagram @blogdoandersonsouza

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Ao ser questionado sobre o comentário de competidores tão experientes, Domenicali foi direto ao ponto. “Ninguém é obrigado a permanecer na Fórmula 1 se não se sentir confortável com esta decisão.”

O dirigente disse que os comentários contra o calendário são egoístas e afirmou que os fãs de automobilismo querem o máximo de finais de semanas ocupados com corridas de Fórmula 1.

“É uma questão de respeito pelos torcedores que querem vê-los competir. É algo que é da nossa responsabilidade, perante os nossos adeptos, parceiros, promotores, patrocinadores e intermediários.”

Por fim, Domenicali ainda mandou um último recado aos pilotos pela reclamação pelo excesso de corridas no ano. De acordo com ele, se gostam do que fazem, não devem ficar reclamando. “É a magia do desporto em que vivemos porque precisamos de heróis que gostam do que fazem”, comentou.

Compartilhe esta notícia
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.