Comediante expulsa mãe que amamentava bebê durante espetáculo

Anderson Souza

O comediante norte-americano Arj Barker gerou polêmica ao pedir a uma mãe que estava amamentando seu bebê de sete meses para deixar um espetáculo durante o Festival Internacional de Comédia de Melbourne, na Austrália. A atitude do humorista desencadeou um intenso debate sobre os direitos das mães e dos artistas em espaços públicos.

Siga nosso Instagram @blogdoandersonsouza

PUBLICIDADE

Arj Barker justificou sua ação alegando que os ruídos do bebê estavam interrompendo seu desempenho e prejudicando a experiência dos outros espectadores. Em uma entrevista à ABC, ele afirmou que, em respeito aos demais presentes, solicitou à mãe que o bebê não permanecesse no local. No entanto, várias pessoas criticaram sua atitude, acusando-o de discriminar a mãe por estar amamentando em público.

PUBLICIDADE

A mãe, identificada como Trish Faranda, relatou que, inicialmente, pensou que o comentário de Arj Barker fosse uma piada. Ela afirmou que o bebê não estava chorando ou causando qualquer interrupção significativa, e que ela estava apenas amamentando para acalmá-lo. No entanto, quando percebeu que o comediante estava falando sério, ela optou por deixar o local para não causar constrangimentos.

O incidente despertou um intenso debate na Austrália sobre os direitos das mães de amamentar em público e os limites dos artistas em espaços de entretenimento. A organização do festival emitiu uma declaração afirmando que bebês de colo são geralmente permitidos, mas sugerindo que as famílias sentem-se nos assentos traseiros para sair rapidamente se o bebê ficar inquieto, a fim de não perturbar o artista ou o público.

Leia Também: Anne Hathaway conta ter beijado vários atores para testar a química no início da carreira

Compartilhe esta notícia
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.